6 de set de 2015

Piso salarial do Farmacêutico no Mundo ano 2014 - (um artigo Farmacêutica Consultoria)

Este artigo foi criado a partir de relatos de alguns profissionais que atuam no exterior para que o farmacêutico brasileiro entenda de que maneira a categoria atua e é valorizada em alguns países do mundo.

As informações contidas na matéria foram fornecidas tanto por farmacêuticos brasileiros que atuam em outros países, quanto por farmacêuticos estrangeiros que auxiliaram na elaboração deste artigo,  compartilhando as informações salarias praticadas em seus países de origem.

Como é  o piso salarial do farmacêutico no mundo?

1. Canadá

piso-salarial-farmaceutico-canada

Os farmacêuticos no Canadá não são apenas dispensadores de medicamentos, eles são envolvidos no cuidado com a saúde do paciente conduzindo diretamente a terapia medicamentosa e aconselhando os pacientes. O trabalho do farmacêutico no Canadá com o paciente vai desde a preparação do medicamento, aconselhamento nos cuidados na administração, possíveis interações medicamentosas e efeitos adversos.

Em alguns locais do país o farmacêutico possui licença para prescrição de medicamentos.

Devido à vasta extensão territorial do Canadá, o número de farmacêuticos, e por sua vez o número de unidades de farmácia, são muito pequenos. Há poucos farmacêuticos, e estes devem dirigir às vezes mais de 300 Km para chegar até a “comunidade de farmácia”,  como é chamado no país, mais próxima.

E o Governo reconhecendo este problema  iniciou a partir de 2009 uma campanha que motivou os farmacêuticos a se mudarem para áreas mais remotas no intuito de tornar o medicamento mais acessível à população.

Para tanto, as universidades aumentaram o número de estudantes admitidos no cursos para ajudar o Governo Canadense.

A profissão farmacêutica é uma das mais lucrativas no país assumindo terceiro lugar entre os salários mais altos.

O valor do salário médio é de C$ 95.000 anual, cerca de R$ 216.600,00 (cotação do dólar canadense (CAD) – R$2,28 em 13/10/2014), além de um bônus anual de C$ 3.000,00, cerca de R$ 6.840,00.

Mas este valor pode aumentar dependendo da especialização, nível de graduação, local de trabalho e da área de atuação. E este valor pode chegar até C$ 157.300,00, ou seja, R$ 358.644,00 ao ano.

2. Estados Unidos

estados-unidos-piso-salarial-farmaceutico

Os farmacêuticos nos Estados Unidos atuam de forma similar aos canadenses, onde possuem um contato mais direto com a saúde do paciente.

Sendo que um farmacêutico hospitalar, ao contrário do brasileiro que fica atrás do balcão, atua diretamente nas salas de pronto socorro, chamados de ER (Emercency Room). O papel do farmacêutico é instruir o médico em qual medicamento deve ser usado em cada atendimento ou enfermidade,além da quantidade exata a ser usada.

Não é o médico quem decide qual medicamento deve ser utilizado, e sim o farmacêutico.

Em entrevista com uma farmacêutica brasileira formada em farmácia nos Estados Unidos há mais de 10 anos, foi informado que um farmacêutico que atua em grande redes de drogarias, como a CVS e o Walgreens por exemplo, ganham em média U$ 120.000,00 ao ano, algo em torno de R$ 301.200,00 levando em consideração a cotação do dólar americano de R$2,51 (13/10/2014).

Um estudo feito em outubro de 2014 pelo Instituto U.S. Bureau of Labor Statistics relatou que o farmacêutico hoje ganha mais do que era esperado.

O relatório mostrou que a faixa salarial é de U$106,410  (R$ 267.089,01)  anual, e que os farmacêuticos mais bem pagos podem ganhar até U$131,440 (R$ 329.914,40) por ano.

Os farmacêuticos com menor remuneração ganham em torno de U$ 77,390 (R$ 194.248,90) . Mas a média fica em torno de U$121,745 (R$ 305.579,50) por ano.

Quais os fatores determinam o salário do farmacêutico americano?

Em geral, quanto maior a graduação, como o caso de um doutorado (U$ 139.000,00 em média), maior é a remuneração. Mas existem outros fatores:

  • Porte da farmácia
  • Área de atuação
  • Local do país (estado e cidade)
  • Graduação – nível acadêmico

Farmacêuticos proprietários de seus próprios estabelecimentos ainda podem aumentar mais os ganhos e expandir economicamente.

3. Irlanda

piso-salarial-farmaceutico-irlanda

A situação do farmacêutico na Irlanda de forma geral é boa, mas os salários costumavam ser melhores.

Na Europa (Irlanda, Reino Unido e em praticamente todos os países membros da União Europeia) existe uma diferença entre a área de ciências farmacêuticas e farmácia em comparação com o Brasil. O curso de farmácia não é o mesmo que o de ciências farmacêuticas.

A diferença está nas matérias relacionadas aos cuidados com o paciente e suas patologias que existe no curso de farmácia e não no de ciências farmacêuticas (pharmaceutical science).

A área de ciências farmacêuticas é especializada na área industrial/laboratorial/química/pesquisa da indústria farmacêutica e química em geral. Assim como os profissionais que cursam farmácia acabam atuando em farmácias e hospitais.

Para atuar na indústria, além da formação universitária em ciências farmacêuticas, o profissional deve fazer um pós-graduação para ser considerado como “qualified person” (pessoa qualificada) e conquistar um cargo de responsabilidade técnica perante às autoridades reguladoras do país.

Para ser admitido neste curso o candidato de certa experiencia definida pela universidade, 2 anos de experiência aproximadamente. A instituição responsável pelo curso é a Trinity College Dublin. Conseguir uma vaga é algo difícil e custa caro. Bolsas para pós-graduação/mestrado/doutorado são possíveis, geralmente para estudantes europeus, mas são raras. Na maioria das vezes o estudante deve custear o estudo.

O Órgão responsável pelo registro dos farmacêuticos no país e o Pharmaceutical Society of Ireland – PSI. Mas o profissional formado em pharmaceutical science não necessita de registro em nenhum Órgão para exercer a profissão, ao contrário do farmacêutico independente de onde ele trabalha.

Mas há farmacêuticos (pharmacists) em outros cargos, mas com menor frequência, pois farmácias e hospitais pagam mais pra farmacêuticos.

Os cargos de liderança na industria para farmacêuticos são poucos e bem concorridos por pagarem salários muito altos (cerca €90.000,00 por ano, até mais dependendo de onde se trabalha).

Farmacêuticos clínicos com curso de pós-graduação também são bem remunerados.

O piso, de forma geral,  gira em torno de €33.000,00 (R$ 99.660,00 – cotação de R$ 3,02 do Euro) por ano, mas este valor pode variar dependendo da área de atuação.

Farmacêuticos industriais ganham cerca de €90.000,00 (R$ 271.800,00) dependendo de onde trabalham. Mas os cargos de liderança são poucos e  concorridos.

4. Portugal

piso-salarial-farmaceutico-portugal

Em Portugal, a remuneração dos farmacêuticos, assim  como no Brasil,  variam de acordo com a função e atividade desempenhada.

As áreas de atuação, segundo a Ordem dos Farmacêuticos, algo parecido com o nosso Conselho Federal de Farmácia, são as seguintes:

  • Análises Clínicas
  • Assuntos Regulamentares
  • Ensino Farmacêutico
  • Farmácia Comunitária
  • Farmácia Hospitalar
  • Indústria Farmacêutica

Farmacêuticos recém formados ganham em média € 900,00 (R$ 2.718,00) ao mês. Para se ter uma ideia, o salário mínimo em Portugal é de € 500,00 (R$ 1510,00) ao mês.

No caso de farmacêutico hospitalares e clínicos, que podem ser equiparados a um Técnico Superior de Saúde, o salário está situado entre os € 1000,00 (R$ 3020,00) e € 2500,00 (R$ 7550,00) brutos. Dependendo da categoria e nível profissional.

Na carreira docente ou investigativa os salários podem variar entre € 900,00 (R$ 2.718,00) e € 4000,00 (R$ 12.080,00) por mês, de acordo com o grau de ensino que será ministrado e também segundo o Sistema Retributivo da Administração Pública, sendo que o topo corresponde à categoria dos professores catedráticos.

Nas demais áreas de atuação, os valores variam, sendo que a média é de € 1250,00 (R$ 3.775,00) para farmácias de manipulação, ou farmácias oficinas como são chamadas.

5.

piso-salarial-farmaceutico-siria

Na Síria, não existe piso salarial  oficial ou um valor pré-estabelecido. 

De forma geral, o farmacêutico é proprietário do próprio estabelecimento de farmácia, sendo que ganha  cerca de R$ 5.000,00 por mês. 

Os maiores salários são destinados à área industrial, principalmente para propagandistas (para quem vende muito) e pesquisadores com experiência superior a  10 anos  (classificado com nível A+). Estes profissionais ganham entre         R$ 10.000,00 – R$ 12.000,00. Já o farmacêutico industrial, que atua diretamente na fábrica, ganha o mesmo valor de um farmacêutico que atua em farmácias, e as vezes até menos.

Com relação à formação, não há muita diferença comparada com a grade curricular acadêmica das Instituições de ensino brasileiras, exceto pelo fato de que quanto maior a graduação maior a valorização salarial.

O farmacêutico na Síria é MUITO VALORIZADO e respeitado por todos. A profissão farmacêutica é considerada a segunda carreira depois da medicina com relação ao salário, valorização e respeito social.

Este  prescreve muitos tipos de medicamentos,tais como os pertencentes às seguintes classes farmacêuticas:

  • Antibióticos
  • Analgésicos
  • Medicamentos dermatológico.

Porém, a prescrição permitida a um farmacêutico é limitada. Medicamentos como os de pressão, diabetes, psicotrópicos ou para doenças que precisam consulta médica prévia, somente são permitidos aos médicos.

A atuação é direita com o paciente e o profissional não fica escondido dentro da farmácia ou atrás do balcão. O farmacêutico tem  toda responsabilidade da dispensação, aplicação de injeção ou qualquer atividade necessária de atuação na farmácia,  até mesmo venda de tintas do cabelo.

Apesar do respeito por parte da população, não há uma boa relação entre os médicos e os farmacêuticos, pois no ponto de vista médico é ele quem prescreve e o farmacêutico apenas dispensa, não justificando o valor da remuneração do farmacêutico. Então, na opinião dos médicos da Síria, o farmacêutico ganha muito sem fazer nada. Eu, particularmente, descordo disso.

A valorização também acontece porque não há muitas instituições de ensino para formação em ciências farmacêuticas, bem diferente do que acontece no Brasil.  Na Síria só há 4 faculdades públicas e 2 faculdades particulares, e por isso não tem muitos profissionais. Eis um dos principais motivos da valorização.

A concorrência entre os profissionais depende da graduação acadêmica, a fluência na língua inglesa, cursos e o do currículo, com relação à experiência profissional propriamente dita. Normalmente, não há muita concorrência,  em comparação com a situação no Brasil.

Assim como no Brasil, existe um Órgão regulamentador para cada estado, como  por exemplo o CRF em São Paulo, além de um Órgão central, como é o caso do CFF. O nome do Órgão é  نقابة الصيادلة . Estranho para os brasileiros porque  a grafia é diferente da língua portuguesa. Traduzindo para o português seria o equivalente a “O sindicato ou entidade dos farmacêuticos”.

Na Síria o “sindicato”/Órgão seria o mesmo que o  CFF, e cada estado tem um “sindicato”/órgão próprio. O Sindicato estabelecido como os daqui não existem. 

A respeito do Conselhos regionais desse país, a triste notícia é que em função da atual guerra que ocorre no país alguns Conselhos foram fechados. Quando isso acontece, o Conselho de outro estado assume a região deste que foi fechado, ou mesmo auxilia os profissionais e estabelecimentos na medida do possível. 

Com relação aos direitos dos farmacêutico da Síria, estes são iguais aos do Brasil, exceto por excelentes benefícios oferecidos:

  • Aposentadoria do farmacêutico é paga pelo Órgão central.

 

  • O Órgão central paga uma ótima remuneração à família em caso de falecimento do farmacêutico:   cerca de 1 milhão de Liras ou o equivalente a R$ 50.000,00.

 

  • O farmacêuticos não pagam impostos,só a anuidade do Conselho/Órgão.

Concluindo

Estas foram as pesquisas realizadas para o farmacêutico brasileiro ter uma ideia de como colegas de profissão de outros países, são remunerados.

Comparada a situação de farmacêuticos de outros países com a nossa, fica evidente a falta de reconhecimento e de valorização. Lamentável!

Caso possua outras informações de farmacêuticos em países diferentes dos citados aqui e queira compartilhar alguma informação, a sua contribuição será muito bem-vinda.


Fonte: http://www.farmaceuticas.com.br/piso-salarial-farmaceutico-mundo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário