30 de jan de 2016

Conselho Nacional de Saúde, instância máxima de deliberação do SUS

O Farmacêutico Dr. Ronald Santos é o Presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) instância máxima de deliberação do Sistema Único de Saúde – SUS - de caráter permanente e deliberativo, tem como missão a deliberação, fiscalização, acompanhamento e monitoramento das políticas públicas de saúde.
 
           O CNS é um órgão vinculado ao Ministério da Saúde composto por representantes de entidades e movimentos representativos de usuários, entidades representativas de trabalhadores da área da saúde, governo e prestadores de serviços de saúde, sendo o seu Presidente eleito entre os membros do Conselho.
 
           É competência do Conselho, dentre outras, aprovar o orçamento da saúde assim como, acompanhar a sua execução orçamentária. Também cabe ao pleno do CNS a responsabilidade de aprovar a cada quatro anos o Plano Nacional de Saúde.

26 de jan de 2016

Simpósio "Autoteste de HIV/Aids: Riscos e benefícios" sucesso absoluto

Alexandre Nabor França, Fábio Mesquita, Marcus Athila e Alex Baiense
Dezenas de farmacêuticos lotaram o salão da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF), no Centro do Rio, na sexta-feira, 22 de janeiro, para acompanhar o simpósio "Autoteste de HIV/Aids: Riscos e benefícios". O evento contou com representantes do Ministério da Saúde, da Anvisa, do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro (CRP-RJ) e da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC).
Dr. Ricardo Lahora, Dr. Luiz Fernando Barcelos, Dr. José Roberto Lannes Abib, Dr. Augusto 
Geyer e Dr. José Liporage

"Este simpósio tem como objetivo aprofundar estas questões, por isso fizemos questão de convidar representantes das mais diferentes instituições, para trazer para os farmacêuticos uma variedade de opiniões e posicionamentos sobre o tema. Não esperamos aqui chegar a um posicionamento único, mas fomentar o debate e buscar a melhor forma de ampliar o acesso aos testes de HIV, sempre em prol da saúde da população brasileira e da melhor atuação do farmacêutico", disse Athila.O simpósio foi aberto pelo presidente do CRF-RJ, Marcus Athila, que agradeceu a presença de todos e destacou a importância de se debater o autoteste de HIV nas farmácias.
Ednaldo Anthony Jesus, Talita Barbosa Marcus 
Athila e Alexandre Henrique Magalhães
O encontro, que durou o dia inteiro, teve apresentações do psicólogo e presidente da Comissão de Comunicação Social do CRP-RJ, Alexandre Nabor França; do diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita; do Gerente de Produtos, Diagnósticos e uso in vitro da Anvisa, Augusto Geyer; do diretor da ABF José Liporage; do presidente da Câmara Técnica de Empreendedorismo do CRF-RJ, Ricardo Lahora; do diretor-executivo da SBAC, Luiz Fernando Barcelos; e do secretário-geral do CRF-RJ, Dr. José Roberto Lannes Abib.
O presidente do CRF-MT, Alexandre Henrique Magalhães, e o tesoureiro, Ednaldo Anthony Jesus e Silva, estiveram presentes no simpósio. 

Programa de Assistência ao Farmacêutico (PAF-RJ), envolve mais de 24 mil pessoas.

O segundo edital de chamamento público para empresas que queiram participar do Programa de Assistência ao Farmacêutico (PAF-RJ) foi divulgado. A convocação é para empresas interessadas em participar do programa que envolve mais de 24 mil pessoas.
As empresas interessadas devem ler atentamente o edital e apresentar a requisição de credenciamento, conforme instruções do documento. A empresa deverá então protocolar o interesse na Sede ou nas seccionais do CRF-RJ ou pelo email paf@crf-rj.org.br
O convênio, que vai beneficiar farmacêuticos, técnicos em patologia e funcionários do CRF-RJ não prevê custos para o Conselho.
Este é o segundo edital divulgado pelo programa. Um outro, voltado para descontos em medicamentos de referência, genéricos e similares já havia sido divulgado.
http://www.crf-rj.org.br/transparencia/arquivos/paf/edital-paf-02.pdf

CRF-RJ e o Sebrae vão realizar, no dia 16 de março, a palestra "Empreendedorismo: escolhas e oportunidades"


Câmara Técnica de Empreendedorismo do CRF-RJ e o Sebrae vão realizar, no dia 16 de março, a palestra "Empreendedorismo: escolhas e oportunidades". A atividade foi acertada durante encontro na sede do CRF-RJ, no dia 21 de janeiro, entre os integrantes da Câmara Técnica e a coordenadora do Sebrae Ivana de Souza Barros Machado e o gerente do Sebrae Davi Abrantes Figueiredo e a Diretoria do CRF-RJ representada pelo Presidente Dr. Marcus Atila e o Diretor Secretario Geral Dr. José Roberto Lannes Abib.
 
O objetivo da palestra é possibilitar aos farmacêuticos empreendedores e àqueles que desejam empreender acesso aos treinamentos do Sebrae com descontos. A palestra será na sede do Sebrae, na Rua Santa Luzia, 685/9º andar, das 19h às 21h. As inscrições estarão abertas em breve no site www.crf-rj.org.br

22 de jan de 2016

Atenção, farmacêuticos que atuam no SUS!

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) está recebendo inscrições para a quarta edição da revista “Experiências exitosas de farmacêuticos no SUS”. A publicação reúne relatos de farmacêuticos de todo o Brasil que desenvolvem trabalhos bem sucedidos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Os interessados em participar da seleção podem encaminhar os dados até o dia 5 de abril pelo endereço http://revistas.cff.org.br/. (Ao fazer o cadastro, é necessário marcar a opção "Autor").
A novidade para este ano é que a avaliação será feita em duas etapas: por avaliadores do Grupo de Trabalho (GT) sobre Saúde Pública do CFF e por voluntários das diferentes áreas de atuação do farmacêutico (Hospitalar, Fitoterapia, Floralterapia, Hemoterapia etc). As inscrições também serão feitas por meio de um novo sistema informatizado, Open Journal Systems (OJS), o mesmo utilizado pelo periódico Infarma. O sistema permite um maior controle do processo avaliativo e o armazenamento de todas as correções realizadas. 

De acordo com o presidente do CFF, Walter Jorge João, o objetivo da publicação desses relatos é sensibilizar os gestores públicos de saúde sobre a importância da atuação do farmacêutico nas atividades do SUS. "Uma atuação competente do farmacêutico, devidamente respaldada pelo gestor público, pode colaborar com a eficiência da gestão, a otimização dos recursos financeiros na aquisição de medicamentos e a redução das perdas de produtos adquiridos". 

O vice-presidente do CFF e coordenador do projeto, Valmir de Santi, explica que é importante que os autores leiam atentamente as diretrizes para escrever o trabalho. "Todas as informações ali solicitadas são fundamentais para a publicação da experiência. Este ano, usaremos um novo sistema de avaliação e as experiências apenas serão submetidas se cumprirem todos os requisitos do sistema". 

Os trabalhos devem conter imagens (sejam gráficos, fotos ou outras informações visuais), para facilitar a compreensão e visualização do conteúdo apresentado. "Os gráficos são muito úteis para a demonstração de resultados obtidos e comparação de números", reforça Wilson Hiroshi, membro do GT sobre Saúde Pública que irá coordenar a equipe de avaliadores. “Se o projeto resultou no crescimento da adesão aos medicamentos dispensados, se houve melhora do quadro de saúde dos pacientes atendidos, tudo isso deverá ser comprovado por meio de números, com a descrição da realidade anterior, concomitante e posterior às intervenções realizadas”, exemplifica. 

Além da apresentação dos resultados obtidos pelos autores de forma objetiva, preferencialmente por meio de números, em forma de tabelas ou gráficos, os trabalhos que integram as três edições já publicadas da revista “Experiências Exitosas” tiveram algumas características em comum: descrição bem clara e definida dos objetivos; informações sobre a metodologia utilizada para a coleta de dados ou execução das ações. “Quando isto não for possível apresentar os resultados numericamente, deve-se descrever detalhadamente qual foi a mudança ou melhoria obtida no serviço mediante às ações realizadas", destaca o avaliador.

A publicação é uma iniciativa do Conselho Federal de Farmácia (CFF) e é editada uma vez por ano. O objetivo é dar destaque aos relatos de farmacêuticos que atuam no SUS e obtiveram experiências bem sucedidas. "Os trabalhos selecionados podem servir de exemplo a outros farmacêuticos e, assim, ajudar na melhoria dos serviços de saúde em outras localidades", acredita Valmir de Santi. 

Fonte: Comunicação do CFF

    Fonte: http://www.cff.org.br/noticia.php?id=3386&titulo=Atenção%2C+farmacêuticos+que+atuam+no+SUS%21

21 de jan de 2016

Simpósio "O Autoteste de HIV/AIDS: Riscos e benefícios"

Com a aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) da RDC 52/15, que permite a venda de autotestes de HIV em farmácias e drogarias, o Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro (CRF-RJ) está organizando um simpósio, no dia 22 de janeiro, no auditório da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF), para discutir o tema.

O objetivo é debater o impacto da comercialização e distribuição dos autotestes de HIV nas farmácias e estabelecimentos de saúde públicos e privados. É gratuito, participe!

A ABF fica na Rua dos Andradas, 96, 10º andar, Centro, Rio de Janeiro (próximo à estação do Metrô Uruguaiana – saída pelo acesso D - Presidente Vargas).

 



Programação:

22 de janeiro de 2016 (6ª feira)

8h15 – 8h30
Recepção/Credenciamento

8h30 – 10h00
Apresentação e Mesa de Abertura

10h00 – 10h30
Intervalo

10h30 – 11h30
Palestra: Diagnóstico e assistência aos portadores de HIV

11h30 – 12h30
Palestra: Os autotestes no Brasil e sua regulamentação

12h30 – 14h00
Intervalo

14h00 – 16h00
Mesa-redonda: Kit para autoteste de HIV e a farmácia (moderador Prof. José Roberto Lannes Abib)

16h00 – 17h00
Debate: Estamos preparados para o autoteste do HIV?



Público alvo Farmacêuticos e outros profissionais da saúde que atuam no setor farmacêutico, saúde pública, vigilância sanitária, associações/entidades de portadores de HIV/AIDS, acadêmicos de Farmácia e demais interessados.

Inscrições
As inscrições atingiram o limite e estão encerradas.

Certificado

Será emitido digitalmente e enviado via e-mail para os que participarem integralmente do evento.

Informações
(21) 3872-9213 (Das 9h às 18h, dias úteis)

Realização
Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro (CRF-RJ)

Apoio
Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF)

 

Anvisa prorroga por 180 dias entrada em vigor da RDC 30/2015

A Agência Nacional de Vigilância (Anvisa) atendeu os diversos pedidos do setor de laboratórios clínicos e publicou a RDC 58, de 20/01/2016), que prorroga por 180 dias o prazo de entrada em vigor da RDC 30/2015. Esta determina o uso de certificação digital nas assinaturas dos laudos emitidos pelos laboratórios. O prazo começa a contar a partir de 21 de janeiro, data em que a nova Resolução foi publicada no Diário Oficial da União.

14 de jan de 2016

Diretoria do CRF-RJ garante apoio integral ao desenvolvimento e fortalecimento da Estética aos profissionais farmacêuticos

Integrantes da Câmara Técnica de Estética se reuniram nesta segunda-feira, 11 de janeiro, para planejar ações para este ano. Entre as propostas apresentadas, está a organização de um simpósio sobre a Resolução 616/15, que regulamenta a atuação do farmacêutico na saúde estética. No encontro, seria esclarecidas dúvidas sobre a atuação do profissional no setor e haveria também uma apresentação sobre a área da estética.

Os requisitos para o farmacêutico se tornar apto a atuar na área estética também foram abordados. A Resolução 616 estabelece que é preciso ter participado de um curso de pós-graduação lato sensu, reconhecido pelo Ministério da Educação; ter feito um curso livre na área, reconhecido pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) ou comprovar dois anos de experiência. As exigências, no entanto, têm causado dúvidas entre os farmacêuticos.

"Conversamos também sobre a prescrição estética. A Resolução 616 diz que o farmacêutico pode adquirir, mas não fala explicitamente que ele pode receitar. Com isso, alguns farmacêuticos têm encontrado dificuldades para obter com as indústrias os produtos para trabalhar" diz o secretário da Câmara Técnica, Robson Luiz Vieira.

O conselheiro federal pelo Rio, Alex Baiense, esteve na reunião, e ficou de levar ao CFF as questões. Também participaram da reunião a tesoureira do CRF-RJ, Talita Barbosa, o secretário-geral, José Roberto Lannes aBib, e os farmacêuticos Barbara Peixoto, Glaucia Pinheiro, Laila Peixoto e Walter Patrocínio

Entre em contato com a Câmara Técnica de Estética através do email ctestetica@crf-rj.org.br.


Fonte: http://crf-rj.org.br/noticias/crf-rj-em-acao/1734-ct-de-estetica-propoe-realizacao-de-simposio-sobre-resolucao-616.html

Conselho de Farmácia do Rio de Janeiro, garante apoio para o crescimento e desenvolvimento dos profissionais e acadêmicos.

Dr. José Roberto Lannes Abib Diretor do CRF-RJ, Dr Ricardo Lahora coordenador da Seccional de Duque de Caxias, Dra Andreia Bartachini Gomes coordenadora do curso de Farmácia da UNIGRANRIO, estivemos reunidos avaliando projetos que venham contribuir com o crescimento e desenvolvimento dos profissionais e acadêmicos.

CRF-RJ lança programa de descontos e benefícios para os farmacêuticos e técnicos de laboratórios

A diretoria do CRF-RJ criou, na última segunda-feira, 11 de janeiro, o Programa de Assistência Farmacêutica do CRF-RJ (PAF-RJ), um programa totalmente gratuito que tem por objetivo propiciar descontos e benefícios para os farmacêuticos e técnicos em patologia regulamente inscritos no CRF-RJ. O programa também é extensivo para os funcionários do conselho.

Os convênios serão realizados através de editais de chamamentos publicados no Diário Oficial da União (D.O.U) e do website do CRF-RJ. Estão previstos convênios com empresas/profissionais para oferecer descontos em academias, agências de turismo, clubes, seguradoras/corretoras, cursos de idiomas, farmácias, funerárias, hotéis/pousada, laboratórios, livrarias, lojas virtuais, entre outros.

"Trata-se de um avanço para os farmacêuticos e técnicos de laboratório regulamente inscritos no CRF-RJ. O Conselho, além das suas funções legais de ações de defesa e valorização da classe, vem, através do PAF-RJ, criar um instrumento institucional que possibilite aos colegas o acesso a serviços e descontos que vão proporcionar benefícios financeiros. O PAF-RJ, juntamente aos cursos oferecidos gratuitamente pelo Conselho, vão permitir um retorno financeiro da anuidade paga pelos profissionais", destaca o Diretor Secretário-Geral, Dr. José Roberto Lannes Abib.


8 de jan de 2016

Saiba como usar o Enem para cursar uma universidade em Portugal

Doze instituições de ensino superior em Portugal aceitam os resultados do Enem, que devem ser divulgados nesta sexta-feira. A BBC Brasil preparou um guia com todas as informações que você precisa saber se tiver interesse em cursar uma universidade do outro lado do Atlântico:

Cursos disponíveis


As instituições de ensino portuguesas oferecem centenas de cursos das mais diversas áreas. No entanto, o número de vagas aos estudantes internacionais é limitado. Também não é possível usar o Enem para se candidatar ao curso de Medicina (uma lei portuguesa obriga que o acesso a esse curso seja feito pelos exames nacionais).

Os estudantes brasileiros podem usar o exame do ensino médio para se candidatar a graduações e mestrados integrados, em que o aluno cursa uma graduação de menor duração - em geral de três anos - e segue diretamente para um mestrado de dois anos.

Alguns cursos de graduação em Portugal têm duração de três anos. É preciso ficar atento a isso, pois nesses casos pode ser mais difícil conseguir a validação do curso em uma universidade pública brasileira, requisito necessário para que o diploma português seja reconhecido no Brasil. Aliás, como regra geral, é sempre bom pesquisar sobre a revalidação antes de optar por um curso.

Critérios de seleção

Não existe uma regra unificada para a seleção dos alunos, cabendo à instituição decidir sobre o acesso a cada um dos seus cursos. Mas, geralmente, é preciso ter prestado o Enem há no máximo três anos e ter alcançado uma nota de pelos menos 500 pontos.

Valor dos cursos

A educação em Portugal é subsidiada em parte pelo governo, mas esse benefício não se estende aos estudantes de fora da União Europeia. As instituições cobram um valor anual, que na maioria dos casos pode ser dividido em prestações. Essa anuidade pode variar de 1000 a 7000 euros (na cotação atual, de R$ 4,3 mil a R$ 30 mil, mas todos os valores em reais citados nesta reportagem estão sujeitos a alterações cambiais), valor acrescido de outras taxas, como candidatura e matrícula.

Mas é sempre bom ficar atento. A maioria das universidades oferece bolsas aos estrangeiros mais bem colocados nos processos de seleção, o que pode reduzir significantemente o valor a ser investido no curso.

Custo de vida

Portugal tem um custo de vida baixo se comparado a outros países da zona do euro, mas a cotação fragilizada do real prejudica atualmente quem vive no exterior e tem sua fonte de renda na moeda brasileira.

Na estimativa das universidades portuguesas, um estudante internacional consegue se manter com um orçamento mensal entre 450 e 750 euros (R$ 1,9 mil a R$ 3,2 mil) nas cidades menores, e de 600 a 900 euros (R$ 2,6 mil a R$ 3,9 mil) nos principais centros urbanos, como Lisboa e Porto.

A maior fatia desse orçamento vai para a moradia. No interior, é possível conseguir um quarto em residência compartilhada gastando de 150 a 250 euros por mês (R$ 650 a R$ 1 mil), com contas incluídas. Nas cidades maiores, esse valor sobre para 250 a 450 euros mensais (R$ 1 mil a R$ 1,9 mil).

Para quem prefere viver sozinho, é possível alugar um apartamento pequeno a partir de 300 euros (R$ 1,3 mil) nas cidades menores e de 400 euros (R$ 1,7 mil) em cidades como Lisboa e Porto, com um acréscimo estimado de 100 euros (R$ 430) para as contas mensais, como eletricidade, água e internet.

Universidade de Lisboa (UL)

Página oficial: www.ulisboa.pt

Localização: Lisboa Capital e maior centro urbano de Portugal, Lisboa é uma cidade cosmopolita que, ao mesmo tempo, mantém o charme que a transformou num dos principais destinos turísticos da Europa. Sua região metropolitana tem quase 3 milhões de habitantes, espalhados por cidades como Amadora, Cascais e Sintra.

Sobre a Instituição: Maior universidade pública de Portugal, a UL foi fundada em 2012, da fusão da antiga Universidade de Lisboa com a Universidade Técnica de Lisboa. Atualmente, possui 441 cursos e cerca de 50 mil alunos, sendo 1375 deles brasileiros.

Cursos: Graduações: Administração Pública; Administração Pública e Políticas do Território; Antropologia; Arqueologia; Arquitetura Paisagista; Arte Multimédia; Artes e Humanidades; Biologia; Bioquímica; Ciências da Arte e do Patrimônio; Ciência Política; Ciências da Comunicação; Ciências da Cultura; Ciências da Linguagem; Ciências do Desporto; Dança; Desenho; Design; Design de Moda; Design de Comunicação; Design de Equipamento; Direito; Economia; Engenharia (Agronômica; Alimentar; do Ambiente; Eletrônica, Florestal e dos Recursos Naturais; Informática; Informática e de Computadores, de Materiais, Geológica e de Minas; Telecomunicações e Informática, Zootecnia); Engenharia e Arquitetura Naval; Engenharia e Gestão Industrial; Educação e Formação; Ergonomia; Escultura; Estatística Aplicada; Estudos Africanos; Estudos Artísticos; Estudos Asiáticos; Estudos Clássicos; Estudos Europeus; Estudos Gerais; Estudos Portugueses; Filosofia; Finanças; Física; Geografia; Geologia; Gestão do Desporto; Gestão; Gestão de Recursos Humanos; Higiene Oral; História; História da Arte; Línguas, Literaturas e Culturas; Matemática; Matemática Aplicada; Matemática Aplicada e Computação; Matemática Aplicada Economia e Gestão; Meteorologia, Oceanografia e Geofísica; Pintura; Planeamento e Gestão do Território; Prótese Dentária; Química + Química Tecnológica; Reabilitação Psicomotora; Relações Internacionais; Serviço Social; Sociologia; Tecnologias de Informação e Comunicação; Tradução.

Mestrados Integrados: Arquitetura; Ciências Farmacêuticas; Engenharia Biomédica e Biofísica; Engenharia (Aeroespacial, Biológica, Biomédica, Civil, de Energia e do Ambiente, do Ambiente, Eletrotécnica e de Computadores, Física, Física Tecnológica, Mecânica, Química); Psicologia.

Anuidade: 1800 euros a 7000 euros (R$ 7,8 mil a R$ 30,3 mil)

Período de candidatura: Maio (primeira fase) Junho (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Apoio ao Estudante Internacional estudanteinternacional@ulisboa.pt / +351 210 170 103

Universidade de Coimbra (UC)

Página oficial: www.uc.pt

DivulgaçãoImage copyright

Localização:Coimbra Principal polo universitário de Portugal, Coimbra tem aproximadamente 150 mil habitantes. Está a 120 km do Porto e a 210 km de Lisboa. Considerada Patrimônio Mundial da Unesco, a cidade é referência em cultura, ao receber diferentes festivais de música e teatro durante o ano.

Sobre a Instituição: Fundada em 1290, a UC é a mais antiga universidade de Portugal e uma das mais antigas do mundo. É considerada a mais tradicional instituição de ensino superior portuguesa e tem mais de 20 mil estudantes, entre eles 2123 brasileiros.

Cursos: Graduações: Antropologia; Arqueologia; Biologia; Bioquímica; Ciências Bioanalíticas; Ciências da Educação; Ciência da Informação; Ciências do Desporto; Design e Multimédia; Direito; Economia; Engenharia Informática; Engenharia e Gestão Industrial; Estudos Artísticos; Estudos; Clássicos; Estudos Europeus; Farmácia Biomédica; Filosofia; Física; Geografia; Geologia; Gestão; História; História de Arte; Jornalismo e Comunicação; Línguas Modernas; Matemática; Português; Química; Química Medicinal; Relações Internacionais; Serviço Social; Sociologia; Turismo; Território e Patrimônio.

Mestrados Integrados: Arquitetura; Engenharia Biomédica; Engenharia do Ambiente; Engenharia; Civil; Engenharia Eletrotécnica e de Computadores; Engenharia Física; Engenharia Mecânica; Engenharia Química; Ciências Farmacêuticas; Psicologia.

Anuidade: 7000 euros (R$ 30,3 mil)

Período de candidatura: Até 11 de janeiro (primeira fase, que pode ser estendida em função do Enem) 1º de fevereiro a 15 de abril (segunda fase) 13 de junho a 13 de julho (terceira fase)

Contatos para informações adicionais: Serviço de Gestão Acadêmica candidaturas-internacionais@uc.pt / +351 239 247 195

Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)

Divulgação

Página oficial: http://portal.ipc.pt/portal

Sobre a Instituição: Apesar de ter sido criado apenas em 1979, o IPC herdou a tradição de suas escolas de ensino superior, que já existiam em Coimbra, o principal polo educacional de Portugal. O Instituto hoje tem quase 10 mil alunos e mais de 600 docentes.

Cursos: Graduações: Agricultura Biológica; Animação Socioeducativa; Arte e Design; Audiologia; Ciências Biomédicas Laboratoriais; Comunicação e Design Multimédia; Comunicação Organizacional; Comunicação Social; Contabilidade e Administração; Contabilidade e Auditoria; Contabilidade e Gestão Pública; Curso Europeu de Engenharia Informática; Desenvolvimento Regional e Ordenamento do Território; Desporto e Lazer; Dietética e Nutrição; Educação Básica; Engenharias (Biológica, Biomédica, Civil, Eletromecânica, Eletrotécnica, Gestão Industrial, Informática, Mecânica e Segurança do Trabalho); Farmácia; Fisioterapia; Fisiologia Clínica; Gerontologia Social; Gestão de Empresas; Imagem Médica e Radioterapia; Informática de Gestão; Língua Gestual Portuguesa; Marketing e Negócios Internacionais; Música; Saúde Ambiental; Secretariado de Direção e Administração; Solicitadoria (mediação jurídica) e Administração; Teatro e Educação; Turismo.

Anuidade: 2000 euros a 4000 euros (R$ 8,6 mil a R$ 17 mil)

Período de candidatura: 1º de Janeiro a 31 de março (primeira fase) de 1º de Maio a 31 de agosto (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Serviços da Presidência ipc@ipc.pt / +351 239 802 359

Instituto Politécnico do Porto (IPP)

Divulgação

Página oficial: www.ipp.pt

Localização: Porto O Porto é a segunda maior cidade de Portugal e a principal do Norte do país, reconhecida por sua produção cultural, seu característico vinho e suas pontes e arquitetura, que valeram ao seu Centro Histórico o título de Patrimônio Mundial da Unesco.

Sobre a Instituição: O IPP é uma das principais instituições superiores de Portugal, com quase 20 mil estudantes e uma oferta de 70 licenciaturas e 47 mestrados, além de outros cursos de especialização.

Cursos: Graduações: Análises Clínicas e Saúde Pública; Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica; Artes Visuais e Tecnologias Artísticas; Assessoria e tradução; Artes da Imagem; Audiologia; Biorrecursos; Biotecnologia Medicinal; Ciências Empresariais; Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação; Ciências Biomédicas Laboratoriais; Ciências do Desporto; Comércio Internacional; Comunicação Empresarial; Contabilidade e Administração; Criatividade e Inovação Empresarial; Design; Educação Básica; Educação Musical; Educação Social; Engenharia (Biomédica, Civil, Computação e Instrumentação Médica, Instrumentação e Metrologia, Sistemas, Eletrotécnica - Sistemas Elétricos de Energia, Eletrotécnica e de Computadores, Geotécnica e Geoambiente, Informática, Mecânica, Mecânica Automóvel, Química); Engenharia e Gestão Industrial; Farmácia; Fisiologia Clínica; Fisioterapia; Gestão e Administração Hoteleira; Gestão de Atividades Turísticas; Gestão do Patrimônio; Imagem Médica e Radioterapia; Língua e Culturas Estrangeiras; Marketing; Medicina Nuclear; Música; Neurofisiologia; Ortóptica; Radiologia; Radioterapia; Recursos Humanos; Saúde Ambiental; Segurança do Trabalho e Ambiente; Segurança Informática em Redes de Computadores; Sistemas de Informação para a Gestão; Solicitadoria (mediação jurídica); Teatro; Tecnologias e Sistemas de Informação para a Web; Tecnologias da Madeira; Terapia da Fala; Terapia Ocupacional; Tradução e Interpretação em Língua Gestual Portuguesa.

Anuidade: 3000 euros a 6500 mil euros (R$ 13 mil a R$ 28 mil)

Período de candidatura: 6 de maio a 6 de junho (primeira fase) 1º de agosto a 22 de agosto (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Gabinete do Estudante ges@sc.ipp.pt / +351 225 571 016

Universidade do Algarve (UAlg)

Divulgação

Página oficial: www.ualg.pt

Localização: Faro A UAlg está localizada em Faro, capital do Algarve, sul de Portugal. A região é importante polo turístico, especialmente por suas praias, que atraem milhares de pessoas durante o verão. Um dos quatro campi da universidade fica em Portimão, distante 60 km de Faro.

Sobre a Instituição: Além das graduações, a UAlg oferece pós-graduações, mestrados e doutorados. Nos últimos anos a universidade tem tentado atrair mais estudantes internacionais. Atualmente há cerca de 50 brasileiros que foram aceitos pelas notas do Enem.

Cursos: Graduações: Agronomia; Arquitetura Paisagista; Artes Visuais; Biologia; Biologia Marinha; Bioquímica; Biotecnologia; Ciências Biomédicas; Ciências Biomédicas Laboratoriais; Ciências da Comunicação; Ciências da Educação e da Formação; Design de Comunicação; Desporto; Dietética e Nutrição; Economia; Educação Básica; Educação Social; Engenharia (Civil, Elétrica e Eletrônica, Informática, Mecânica); Farmácia; Gestão; Gestão de Empresas; Gestão Hoteleira; Imagem Animada; Imagem Médica e Radioterapia; Línguas e Comunicação; Línguas, Literaturas e Culturas; Marketing; Ortoprotesia; Patrimônio Cultural e Arqueologia; Psicologia; Sociologia; Tecnologia e Segurança Alimentar; Turismo.

Mestrados Integrados: Ciências Farmacêuticas; Engenharia (Biológica, do Ambiente, Eletrônica e Telecomunicações).

Anuidade: 2000 euros a 3500 euros (R$ 8,6 mil a R$ 15,1 mil)

Período de candidatura: Até 22 de janeiro (primeira fase) 1º de março a 15 de abril de 2016 (segunda fase) 6 de junho a 8 de julho de 2016 (terceira fase)

Contatos para informações adicionais: Apoio ao Estudante Internacional internacional@ualg.pt / +351 289 800 117

Universidade de Aveiro (UA)

Divulgação

Página oficial: www.ua.pt

Localização: Aveiro Os canais que cortam a cidade lhe renderam o apelido de “Veneza de Portugal”. Localizada na região central do país, 70 km ao sul do Porto, Aveiro tem cerca de 80 mil habitantes.

Sobre a Instituição: Criada em 1973, possui cerca de 15 mil alunos em programas de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado.

Cursos: Graduações: Administração Pública; Biologia; Biologia e Geologia; Bioquímica; Biotecnologia; Ciências Biomédicas; Ciências do Mar; Contabilidade; Design; Economia; Educação Básica; Enfermagem; Engenharia de Materiais; Engenharia e Gestão Industrial; Engenharia Eletrotécnica; Engenharia Geológica; Engenharia Informática; Finanças; Física; Fisioterapia; Gerontologia: Gestão; Gestão Comercial; Gestão da Qualidade; Gestão Pública e Autárquica; Imagem Médica e Radioterapia; Línguas e Estudos Editoriais; Línguas e Relações Empresariais; Línguas, Literaturas e Culturas; Marketing; Matemática; Meteorologia, Oceanografia e Geofísica; Música; Novas Tecnologias da Comunicação; Psicologia; Química; Reabilitação do Patrimônio; Técnico Superior de Secretariado; Tecnologia e Design de Produto; Tecnologias da Informação; Terapia da Fala; Tradução; Turismo.

Mestrados Integrados: Engenharia (Ambiente, Civil, Computadores e Telemática, Eletrônica e Telecomunicações, Física, Mecânica, Química).

Anuidade: 4000 euros a 5500 euros (R$ 17,3 mil a R$ 23,8 mil)

Período de candidatura: Até 15 de janeiro (atual ano letivo) 20 de abril a 15 de maio (primeira fase) 6 de julho a 14 de agosto (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Gabinete de Relações Internacionais gri@ua.pt / +351 234 370 060

Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)

Divulgação

Página oficial: www.ipbeja.pt

Localização: Beja Cidade medieval de pouco menos de 40 mil habitantes, Beja fica na região do Alentejo, na margem sul do rio Tejo, que atravessa Lisboa. Fica localizada a 177 km da capital portuguesa. Entre as principais atrações estão o castelo medieval e a Villa Romana de Pisões, além de museus e construções históricas.

Sobre a Instituição: Criado em 1979, o IPBeja oferece cursos técnicos superiores profissionais (TeSP), graduações, mestrados e pós-graduações. O Instituto tem cerca de 3,5 mil estudantes.

Cursos: Graduações: Agronomia, Ciência e Tecnologia dos Alimentos, Engenharia do Ambiente, Artes Plásticas e Multimédia, Desporto, Educação Básica, Educação e Comunicação Multimédia, Serviço Social, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Engenharia Informática, Gestão de Empresas, Solicitadoria (mediação jurídica) e Turismo.

Anuidade: 1100 euros (R$ 4,7 mil)

Período de candidatura: 4 de maio a 29 de junho (primeira fase) 17 de agosto a 25 de setembro (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Gabinete de Acesso ao Ensino Superior acesso.ensino.superior@ipbeja.pt / +351 284 314 400 (extensão 02005 e 02008)

Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)

Divulgação

Página oficial: www.ipca.pt

Localização: Barcelos Com quase mil anos de existência, Barcelos fica no Norte de Portugal, a 60 km de distância do Porto. O Centro Histórico conserva o ar medieval, com pontes, igrejas e museus.

Sobre a Instituição: Fundado em 1994, o IPCA oferece cursos de licenciatura, mestrados profissionais, especialização tecnológica, pós-graduação e especialização. O Instituto tem cerca de 3,5 mil estudantes atualmente.

Cursos: Graduações: Contabilidade, Design Gráfico, Design Industrial, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais, Engenharia de Sistemas Informáticos, Finanças, Fiscalidade, Gestão de Atividades Turísticas, Gestão Bancária e Seguros, Gestão Pública (ensino à distância), Informática Médica e Solicitadoria (mediação jurídica).

Anuidade: 1750 euros (R$ 7,5 mil)

Período de candidatura: 4 de maio a 21 de junho (primeira fase) 15 de julho a 15 de setembro (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Gabinete de Relações Internacionais gri@ipca.pt / +351 253 812 281

Instituto Politécnico da Guarda (IPG)

Divulgação

Página oficial: www.ipg.pt

Localização: Guarda Fundada em 1199, a cidade de Guarda é a mais alta de Portugal, 1056 metros acima do nível do mar, razão pela qual é comum que neve ali durante o inverno. Próxima à fronteira com a Espanha, a localidade de pouco mais de 25 mil habitantes encontra-se a 320 km de Lisboa e a 200 km do Porto.

Sobre a Instituição: O IPG surgiu em 1980, dentro do programa do governo português de promover o ensino superior pelo interior do país por meio de institutos politécnicos. Hoje possui quatro escolas (Turismo e Hotelaria, Tecnologia e Gestão, Educação e Saúde) e cursos de licenciatura, mestrado, pós-graduação e especialização.

Cursos: Graduações: Animação Sociocultural; Contabilidade; Comunicação e Relações Públicas; Comunicação Multimédia; Desporto; Educação Básica; Design de Equipamento; Energia e Ambiente; Enfermagem; Engenharia Civil; Engenharia Informática; Engenharia Topográfica; Farmácia; Gestão; Gestão Hoteleira; Gestão de Recursos Humanos; Marketing; Restauração e Catering; Turismo e Lazer.

Anuidade: 1500 euros (R$ 6,5 mil)

Período de candidatura: 2 de fevereiro a 31 de março (primeira fase) 1º de junho a 10 de julho (segunda fase)

Contatos para informações adicionais: Gabinete de Acesso ao Ensino Superior info.ipg@ipg.pt / +351 271 220 162

Instituto Politécnico de Leiria (IPL)

Página oficial: www.ipleiria.pt

Localização: Leiria Localizada na região Central de Portugal, Leiria está a 140 km de Lisboa e a 180 km do Porto. Próxima do oceano Atlântico, a cidade de mais de 800 anos tem cerca de 130 mil habitantes e é um centro econômico do interior.

Sobre a universidade: Apesar de ter surgido apenas em 1987, o IPL é hoje uma importante instituição de ensino superior do interior luso, com 49 licenciaturas, 49 mestrados, 23 pós-graduações, 11 mil alunos e 900 professores.

Cursos: Graduações: Administração Pública; Animação Turística; Artes Plásticas; Biologia Marinha e Biotecnologia; Biomecânica; Comunicação Social e Educação Multimédia; Contabilidade e Finanças; Design (Ambientes, Gráfico e Multimédia, Industrial, de Produtos - Cerâmica e Vidro); Desporto e Bem-Estar; Dietética; Educação Básica; Educação Social; Enfermagem; Engenharia (Automóvel, Civil, Eletrotécnica, Energia e do Ambiente, Gestão Industrial, Informática, Mecânica); Fisioterapia; Gestão; Gestão de Eventos; Gestão Turística e Hoteleira; Informática para a Saúde; Jogos Digitais e Multimédia; Língua Portuguesa Aplicada; Marketing; Marketing Turístico; Relações Humanas e Comunicação Organizacional; Restauração e Catering; Serviço Social; Solicitadoria (mediação jurídica); Som e Imagem; Teatro; Tecnologia e Segurança Alimentar; Terapia da Fala; Terapia Ocupacional; Tradução e Interpretação: Português/Chinês; Turismo.

Anuidade: 2500 euros a 4000 euros (R$ 10,8 mil a R$ 17,3 mil)

Período de candidatura: A partir de junho (datas ainda não foram definidas)

Contatos para informações adicionais: Gabinete de Mobilidade e Cooperação Internacional gmci@ipleiria.pt / +351 244 860 448

Instituto Politécnico Portalegre

Divulgação

Página oficial: www.ipportalegre.pt

Localização: Portalegre Com aproximadamente 120 mil habitantes, Portalegre destaca-se pelo turismo rural e urbano e a gastronomia. A cidade fica a 200 km de Lisboa.

Sobre a Instituição: Criada em 1989, é uma instituição pública, formada pela Escola Superior de Educação (ESE), a Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) e a Escola Superior de Saúde (ESS), em Portalegre, e a Escola Superior Agrária, em Elvas (ESAE). Além dos cursos de graduação, há mestrado, pós e cursos de especialização tecnológica.

Cursos: Graduações: Administração de Publicidade e Marketing; Agronomia; Design de Comunicação; Design e Animação Multimédia; Educação Básica; Enfermagem; Enfermagem Veterinária; Engenharia Informática; Equinicultura; Gestão; Higiene Oral; Jornalismo e Comunicação; Serviço Social; Tecnologias de Produção de Biocombustíveis; Turismo.

Anuidade: 1063,47 euros (R$ 4,6 mil)

Período de candidatura: 2 de maio a 30 de junho

Contatos para informações adicionais: Serviços Acadêmicos servicos.academicos@ipportalegre.pt / +351 245 301 533

Universidade da Beira Interior (UBI)

DivulgaçãoImage copyright

Página oficial: www.ubi.pt

Localização: Covilhã Cidade com cerca de 37 mil habitantes, Covilhã está aos pés da Serra da Estrela, a maior montanha de Portugal, distante 280 km de Lisboa, mas próxima da fronteira com a Espanha. Antigo centro da produção têxtil portuguesa, hoje é conhecida como polo turístico e universitário.

Sobre a Instituição: Fundada em 1986, a UBI é uma importante instituição do interior português, com cerca de 7 mil estudantes e quase 700 docentes, em cursos de graduação, mestrado e doutorado, em diferentes áreas.

Cursos: Graduações: Bioengenharia; Bioquímica; Biotecnologia; Ciências da Comunicação; Ciências da Cultura; Ciências do Desporto; Cinema; Design Industrial; Design Moda; Design Multimédia; Economia; Engenharia (Eletromecânica, Eletrotécnica e de Computadores, Informática); Estudos Portugueses e Espanhóis; Gestão; Informática Web; Marketing; Optometria – Ciências da Visão; Psicologia; Sociologia.

Mestrados Integrados: Arquitetura; Engenharia Civil.

Anuidade: 5000 euros (R$ 21,6 mil) 7500 euros (com alojamento e alimentação; R$ 32,5 mil)

Período de candidatura: Até 20 de janeiro

Contatos para informações adicionais: Apoio ao Estudante Internacional inter@ubi.pt / +351 275 319 700

Reportagem publicada:

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/151218_enem_europa_universidade_fn