29 de jun de 2017

Unigranrio investe e amplia a oferta do curso de Farmácia


Venha ser Farmacêutico Clínico, a Unigranrio aumentou o investimento no curso de farmácia, possibilitando assim a  ampliação de oferta de vagas no já tradicional curso de farmácia do Estado do Rio de Janeiro, agora além do Campus de Duque de Caxias, está com vestibular aberto para os campus de Nova Iguaçu e da Barra da Tijuca.

Além de sempre apoiar os eventos realizados pelo Conselho Regional de Farmácia do Rio de Janeiro, este ano através de parceria firmado com o CRF-RJ está realizando no Campus I da Unigranrio o Congresso RIOPHARMA de Ciências Farmacêuticas em setembro.

O Currículo como sempre já foi atualizado para oferecer aos acadêmicos um ensino dinâmico e que contemple às atribuições clínicas, e a prescrição farmacêutica, aprovadas pela resoluções do Conselho Federal de Farmácia.

Este mês o Conselho Federal de Farmácia liberou junto ao IBGE, o código para registro de consultório farmacêutico. 

FICHA TÉCNICA

TIPO DE FORMAÇÃO
Bacharelado
DURAÇÃO
5 anos
CARGA HORÁRIA
4.320 horas
PRÓXIMA TURMA
2017.2









https://vestibular.unigranrio.com.br/

Prescrição Farmacêutica avança no Estado

Prescrição Farmacêutica avança no Estado, com apoio da Comissão Parlamentar do CRF-RJ, o Município de Cambuci tornou-se o 1º a regulamentar a Prescrição de Medicamentos e a Solicitação de Exames Complementares pelo profissional farmacêutico.


O presidente da Comissão Parlamentar Prof José Roberto Lannes Abib, expressa todo o carinho e respeito ao seu ex-aluno da Unigranrio, o Farmacêutico e Vereador Dr Marlon Chambela, que se prontificou a encaminhar o projeto Lei.



A Diretoria do CRF-RJ compareceu para apoiar e prestigiar este momento histórico para a profissão farmacêutica, Dr Marcus Athila; Dra Talita Barbosa; Prof José Roberto Lannes Abib; Conselheiro Federal pelo RJ Dr. Alex Sandro Rodrigues Baiense e do ilustre Presidente do Conselho Federal Dr Walter da Silva Walter Jorge João. 

O amigo e Vereador Dr Marlon Chambela, colocou-se à disposição do CRF-RJ e CFF, para trabalhar em conjunto pela valorização é fortalecimento das atribuições clínicas dos Farmacêuticos.

Agradeço também o carinho de todos os vereadores, que reconhecendo a importância da prescrição farmacêutica para a melhoria a da qualidade dos serviços na rede SUS de Cambuci, votaram favorável ao projeto.
 

20 de jun de 2017

Alimentos infantis de seis empresas são proibidos pela ANVISA

Sopas, papinhas e outros alimentos de transição para lactentes e primeira infância não possuíam registro.



A Anvisa proibiu o comércio irregular de alimentos de seis empresas. A ausência de registros sanitários nos alimentos infantis motivou a proibição da fabricação, distribuição, comercialização e divulgação de todos os lotes irregulares. 
Os alimentos em questão, considerados alimentos de transição, são aqueles industrializados para uso direto ou empregados em preparo caseiro, utilizados como complemento do leite materno de lactentes de seis a doze meses de idade incompletos e crianças de primeira infância (de 12 meses a 3 anos de idade) para adaptação progressiva aos alimentos comuns. Por serem alimentos infantis, são de registro sanitário obrigatório. 

Confira abaixo quais foram os alimentos proibidos e as respectivas empresas fabricantes: 
Produtos 
Exceção 
Marca 
Empresa 
Cremes, Papinhas, Purês e Pratos prontos (fases 1, 2, 3 e júnior) 
Pratinho Cheio 
Silvia Henrique da Silva dos Santos 
Papinhas fase 1 (+6 meses) e Papinhas fase 2 (+9 meses) 
Sopinha de peito de frango, feijão branco e espinafre 
Gourmetzinho 
Gourmetzinho Alimentos para Bebês Eireli 
Papinhas e Comidinhas 
Da Hortinha 
Da Hortinha Alimentação Infantil Ltda 
Sopas sem pedaços (a partir do 6º mês), sopas com pedaços (a partir do 9º mês) e Comidinhas (a partir de 1 ano) 
Prapapa 
Monica Viotto Godinho, nome fantasia Pra-Pa-Pa Alimentos Ltda 
Sopinhas, Comidinhas e Lanchinhos 
Semente do Bem 
Semente do Bem Alimentação Infantil Ltda 
Papitta 1ª Fase (a partir de 6 meses), 2ª Fase (a partir de 8 meses) e Sobremesas (a partir de 6 meses) 
Papitta 
Papitta Alimentação Ltda 

 fonte; http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/alimentos-infantis-de-6-empresas-sao-proibidos/219201?p_p_auth=dcbAXrGw&inheritRedirect=false&redirect=http%3A%2F%2Fportal.anvisa.gov.br%2Fnoticias%3Fp_p_auth%3DdcbAXrGw%26p_p_id%3D101_INSTANCE_FXrpx9qY7FbU%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3D_118_INSTANCE_dKu0997DQuKh__column-2%26p_p_col_count%3D2

10 de jun de 2017

CRF-RJ, CREMERJ, COREN-RJ e entidades criam "força-tarefa" para saúde do RJ

Nesta quinta-feira, dia 08/06, a Diretoria do CRF-RJ participou de uma reunião promovida pela Diretoria do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro em conjunto com o SinMed-RJ para a criação do Comando Unificado de Saúde, que vai tratar o atual momento de crise nos hospitais federais.


O encontro aconteceu na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro, CREMERJ, às 14h.

Estiveram presentes o Presidente do CRF-RJ, Dr. Marcus Athila e os Diretores, Dr. José Roberto Lannes Abib, Dra. Talita Barbosa e Dra. Catarine Cavalcanti, Diretora da Escola Nacional dos Farmacêuticos.

Comando Unificado de Saúde: "força-tarefa" para saúde no estado do Rio de Janeiro
Na reunião, o Presidente do CRF-RJ, Dr. Marcus Athila ressaltou a influência da crise política brasileira na situação atual da saúde no estado e reiterou o compromisso do Conselho para com o Comando Unificado de Saúde: "Necessariamente a solução para a saúde passará por uma mudança no conceito de política no nosso país. Hoje, a corrupção no Brasil é sistêmica, alcança todos os níveis. Nós necessitamos desta grande mudança no país. Todo o dinheiro que é desviado pela corrupção está matando pessoas. O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Rio de Janeiro está junto com os senhores para o que for preciso no que disser respeito a salvar vidas e a melhorar a saúde da população.", afirmou.



Presidente Dr. Marcus Athila e os Diretores do CRF-RJ Dra. Talita Barbosa e Dr. José Roberto Lannes Abib presentes no CREMERJ: momento é decisivo não só para hospitais federais, mas para toda a saúde.

A Diretora da Escola Nacional dos Farmacêuticos, Dra. Catarine Cavalcanti acrescentou que o encontro será incluido na pauta da próxima reunião plenária do Conselho Nacional de Saúde, que pediu a realização de uma programação de atividades do Comando no sentido de já colocar em prática as medidas discutidas, logo após a sua criação: "Vai haver uma plenária nos dias 10, 11 e 12 de agosto do Conselho Nacional de Saúde aqui no Rio de Janeiro. Será uma reunião ordinária e o Presidente do CNS pediu que levássemos estas questões para serem incluídas na pauta. Além disso, ele também pediu que elaborássemos uma agenda de atividades de mobilização chamando o Ministério Público", disse.

fonte: http://www.crf-rj.org.br/noticias/crf-rj-em-acao/2816-crf-rj-cremerj-e-sinmed-rj-criam-forca-tarefa-para-saude-do-rj.html