10 de jul de 2015

Novo passaporte vale por 10 anos e custará R$ 257,25 Documento terá criptografia que dará mais segurança aos dados gravados no chip

Novo passaporte já começou a ser confeccionado na Casa da MoedaDivulgação/Polícia Federal

O Ministério da Justiça, o Ministério das Relações Exteriores e a Polícia Federal apresentaram nesta sexta-feira (10) o novo passaporte comum eletrônico brasileiro. O documento vale por dez anos — o dobro dos 5 anos de validade do passaporte antigamente — e tem novos componentes de segurança.

O custo de emissão para quem viaja o exterior foi fixado em R$ 257,25 — antes, o brasileiro pagava R$ 156,07 pelo documento, cuja validade era metade do novo prazo. Significa um reajuste de 65% no custo.

Anteriormente, o Ministério da Justiça havia informado que o novo valor era de R$ 275,05, mas o valor correto do novo documento é R$ 257,25. A reportagem foi corrigida às 12h20.

As autoridades responsáveis pela emissão informaram que o novo documento já está sendo impresso pela Casa da Moeda desde a segunda-feira (6).

As 5 estrelas da capa são uma referência aos cinco países membros do Mercosul — Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina e Venezuela — e a disposição delas lembra a constelação do Cruzeiro do Sul.

Como o prazo de validade aumentou em cinco anos, novos itens de segurança foram implementados. Um padrão de criptografia de curvas elípticas foi adotado, o que vai dar mais segurança aos dados contidos no chip.

Novo documento vai custar R$ 257,25 e vale por dez anosDivulgação/Polícia Federal

Além disso, o Brasil agora faz parte do PKD, sigla que significa o Diretório de Chaves Públicas da Organização Internacional de Aviação Civil. Na prática, isso facilitará a verificação de autenticidade do passaporte em postos de controle migratório no exterior.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, fez a entrega do primeiro passaporte com o novo padrão a duas pessoas convidadas a recebê-lo em cerimônia no Salão Negro do Palácio da Justiça. 

Cardozo afirmou que o objetivo é facilitar a vida de quem viaja e dos brasileiros no exterior.

Segundo o ministro interino das Relações Exteriores, Sérgio Danese, a ampliação da validade do documento era uma antiga reivindicação da comunidade brasileira no exterior.

Danese disse que a emissão no exterior será retardada em 200 postos consulares fora do País por razões logísticas já que o material para que ele seja emitido ainda será enviado para os consulados.

Os passaportes emitidos anteriormente ao novo documento valem normalmente até o prazo de validade determinado.

Fonte: http://noticias.r7.com/brasil/novo-passaporte-vale-por-10-anos-e-custara-r-25725-10072015


Nenhum comentário:

Postar um comentário