8 de jul de 2015

Anvisa concede registro para aplicativo que detecta doenças com uma gota de sangue

OrangeLife3OrangeLife, fabricante brasileira de testes para diagnóstico, acaba de receber aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para fabricação e exportação do Smart Reader. É um aplicativo para smartphone que permite, em tempo real, detectar importantes doenças em qualquer lugar do mundo, por meio de uma gota de sangue e a transmissão dos dados pelo aparelho.
O investimento neste programa, que será utilizado para identificar o vírus da dengue, febre chikungunya, zika, HIV, hanseníase, leishmaniose, tuberculose, entre outros, foi de R$ 1 milhão.
O governo da Bahia foi o primeiro a fechar contrato com a OrangeLife e oferecerá o aplicativo que utiliza sistema de geo-localização em hospitais e postos de saúde. Os casos serão mapeados em tempo real e, com isso, os agentes de saúde poderão agir com mais eficácia, montando um plano e ação eficiente.
O aplicativo possui também uma lista com os principais sintomas de cada doença para ajudar o especialista a fechar o diagnóstico. Essas informações podem ser transferidas e monitoradas por banco de dados de determinadas regiões, detectando a ocorrência de epidemias.
OrangeLife1“Os dados coletados pelo aparelho são enviados para a central de informações OrangeCloud e são transformados em arquivos. Onde são enviados para o DataBank, espaço no computador selecionado para o armazenamento de dados. Isso gante que as informações sejam acessadas de qualquer lugar, a qualquer hora”, explica Marco Collovati, presidente da empresa OrangeLife.
A OrangeLife que possui filiais na Coreia do Sul, Angola, Portugal, Peru, Tailândia, China, Filipinas, República Dominicana, Arábia Saudita e Irã, espera alta em 30% no faturamento anual com a comercialização do aparelho Smart Reader.
 fonte: http://www.labnetwork.com.br/destaque/anvisa-concede-registro-para-aplicativo-que-detecta-doencas-com-uma-gota-de-sangue/

Nenhum comentário:

Postar um comentário