12 de mai de 2016

CNE recebe proposta da Farmácia para revisão das DCNs do curso de graduação

A proposta da categoria farmacêutica para subsidiar o Conselho Nacional de Educação (CNE) no processo de atualização das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia (DCNs) foi entregue na tarde dessa terça-feira, 10 de maio, ao conselheiro do CNE, Luiz Roberto Liza Cury. A entrega foi oficializada pelo presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF) Walter da Silva Jorge João, e pelo membro da Diretoria Colegiada da Associação Brasileira de Educação Farmacêutica (ABEF), professor Paulo Sérgio Dourado Arrais, na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Luiz Roberto Liza Cury acumula o cargo de presidente do instituto.
“A proposta encerra os anseios e as expectativas da categoria farmacêutica no Brasil, ao defender uma formação acadêmica adequada ao perfil contemporâneo de um farmacêutico capaz de atender às necessidades de saúde da população brasileira”, disse o presidente do CFF. “Esperamos que o CNE a abrace com especial atenção as nossas sugestões, pois elas são fruto de um amplo processo de discussão que envolveu profissionais, discentes, docentes e gestores”, salientou Paulo Sérgio Dourado Arrais em referência ao processo coletivo, democrático e transparente de elaboração do documento, que resultou de uma série de eventos promovidos pelo CFF e a Abef durante o ano de 2015.
Entre as ações desenvolvidas para a elaboração da proposta podem ser destacados dois ciclos de fóruns estaduais em todas as unidades da Federação; um encontro nacional de educadores em farmácia clínica; um congresso brasileiro de educação farmacêutica (Cobef) e dois fóruns nacionais de educação farmacêutica. Os eventos contaram com as participações da ABEF, de conselheiros federais, das comissões de ensino dos conselhos regionais de Farmácia, de representantes docentes e discentes dos cursos de graduação em Farmácia no Brasil e de sociedades científicas e associações profissionais.
O conselheiro do CNE reiterou o compromisso já firmado com o CFF de que as sugestões serão avaliadas com vistas à incorporação nas novas DCNs. “Quero que o senhor transmita um recado nosso: temos consciência de que esse processo somente faz sentido se ocorrer em consonância com a categoria”, observou Luiz Roberto Liza Cury. Estiveram presentes à audiência com o conselheiro, os assessores da Presidência do CFF, professores Tarcisio José Palhano e Zilamar Costa Fernandes; o diretor da Abef, professor José Ricardo Vieira; e a integrante da Comissão de Avaliação do Inep, professora Margô Karnikowski.
 Para conhecer a íntegra do documento entregue ao CNE, clique aqui.
fonte:http://www.cff.org.br/noticia.php?id=3731

 Proposta na integra: http://www.cff.org.br/userfiles/file/PROPOSTAS%20DE%20DCN%20FARM%C3%81CIA%20-10-05-2016.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário