7 de out de 2015

Santa Casa demitirá 'excesso de pessoal' para 'garantir sobrevivência' Instituição vai dispensar 1,5 mil funcionários na próxima terça. Funcionários custam R$ 7 milhões por mês, segundo instituição.

 A Santa Casa de Misericórdia em São Paulo informou nesta quarta-feira (7) que está com mais funcionários do que precisa e, por isso, as demissões de cerca de 1,5 mil funcionários na próxima terça-feira (13) não terão impacto no atendimento. 
Santa Casa de Misericórdia de SP estuda demitir 1,3 mil funcionários (Foto: Reprodução)
O superintendente da Santa Casa, José Carlos Vilela, disse que houve uma redução de contratos no ano passado e que o atendimento está ficando mais eficiente. “No ano passado, nós tivemos uma redução de alguns contratos com o estado, que acabaram trazendo de volta para a Santa Casa um excesso de pessoal na operação central”, disse.

Segundo o SPTV, esses 1,5 mil funcionários custam R$ 7 milhões todos os meses.
Desde o início do ano, a Santa Casa tem realizado algumas demissões e, desde junho, a Irmandade vem realizando ajustes que reduziram o déficit operacional de cerca de R$ 11,5 milhões para R$ 3,5 milhões.


Em nota, a Santa Casa informou que o plano de reestruturação visa "garantir a sobrevivência e a viabilidade da instituição, e a manutenção de 9.000 postos de trabalho".
O Ministério Público do Trabalho fechou proposta de que sejam demitidos cerca de 1,5 mil funcionários da Santa Casa de Misericórdia em São Paulo nesta terça-feira (6). Uma negociação foi encerrada com os 13 sindicatos da categoria, entre eles o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp). Os Sindicatos dirão até sexta (9) se aceitam ou rejeitam a proposta.
Destes 1,5 mil dispensados, há 184 médicos e cerca de 1 mil trabalhadores de saúde, 6 técnicos de segurança e 14 psicólogos, entre outros profissionais. O valor total das rescições soma cerca de R$ 60 milhões e será parcelado até quitação - o prazo poderá ser de quatro meses, 12 meses, ou até mais.
Os sindicatos levarão a proposta para votação em suas respectivas assembleias, e deverão trazer o resultado das votações à direção da Santa Casa até esta sexta-feira.
fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/10/mpt-e-santa-casa-fecham-acordo-para-demissao-de-15-mil-funcionarios.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário