26 de out de 2015

Niterói apresenta ao BID projeto de VLT






vlt
23/10/2015 
- A Prefeitura de Niterói apresentou nesta quinta-feira (22.10), em Washington (EUA), ao presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Luis Alberto Moreno, e ao vice-presidente da entidade, Alexandre Meira da Rosa, a proposta de financiamento para a implantação do projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) ligando Charitas ao Centro da cidade. No mesmo projeto, estão previstas obras de infraestrutura e urbanização do Morro do Estado e macrodrenagem do Rio Icaraí, nas proximidades do estádio Caio Martins,  entre outras melhorias em diversas áreas da cidade.


No encontro, o prefeito da cidade evidenciou a saúde financeira de Niterói como fator preponderante para a concessão do financiamento, uma vez que a cidade, mesmo num cenário de crise nacional e estadual, vem realizando seus investimentos em diversas áreas, cumprindo metas fiscais e aumentando, inclusive, sua arrecadação.

“O encontro superou nossas expectativas, pois mostrou a confiança que uma instituição tão importante no cenário mundial deposita em Niterói, além de reconhecer o trabalho que nós desenvolvemos na cidade desde 2013. Hoje demos o primeiro passo para um novo acordo que permitirá mais investimentos capazes de transformar nossa cidade, proporcionando melhores condições de vida, infraestrutura e mobilidade para os niteroienses”, afirmou Neves.
Resultado de imagem para vltMoreno mostrou-se favorável à iniciativa e determinou agilidade das equipes técnicas do BID ao pedido da prefeitura assim que ele for formalizado, o que deverá ocorrer até o fim do ano.

“Nós já temos um projeto em andamento em Niterói, negociado em 2013,  e que está caminhando muito bem, com a cidade cumprindo suas metas dentro dos prazos estabelecidos. É importante premiar aqueles que cumprem essas metas, pois, além de reconhecer o esforço do município, sinaliza para os demais essa necessidade”, disse Moreno.

O vice-presidente do BID também ressaltou a situação das finanças do município como outra vantagem:

“Niterói tem hoje uma situação fiscal privilegiada no contexto  nacional brasileiro. Atualmente há muitos municípios enfrentando dificuldades e Niterói tem grande capacidade de cumprir suas obrigações, como tem feito em relação ao primeiro financiamento”.

O secretário de Fazenda, Cesar Barbiero, confirmou as afirmações de Alexandre Rosa:

“O grande mérito da atual gestão de Niterói foi que desde o início implementou um forte ajuste fiscal com vistas a reduzir o custeio e ampliar a arrecadação, o que  nos permitiu gerar sucessivos superávits desde então,  além de reduzir drasticamente a dívida fiscal líquida. Por esse conjunto de medidas hoje temos uma capacidade de endividamento da ordem de 100% da nossa receita corrente líquida e desde já estamos  promovendo  um plano de incremento de arrecadação para os próximos 20 anos que garantirá a solidez fiscal quando começarmos a amortizar os financiamentos até agora agora contraídos. ”
Resultado de imagem para vlt

O projeto do VLT é a segunda etapa do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social de Niterói (PRODUIS) e prevê uma linha de 11 quilômetros ligando a estação de Charitas ao Centro e conectado ao BHLS da TransOceânica, tornando a cidade a primeira no país a ter este tipo de integração. O PRODUIS II prevê investimentos da ordem de aproximadamente R$ 540 milhões não apenas no VLT, mas também em infraestrutura urbana e social.

Após a formalização da carta-consulta, que será encaminhada até o fim do ano para o banco e para a Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento,  a prefeitura deverá vencer várias etapas nos próximos 18 meses para obtenção do financiamento, conforme ocorreu no programa PRODUIS 1 e na TransOceânica.

A fase I do projeto já vem sendo executada e beneficiando regiões como Caramujo, Fonseca, alem da implantação do cadastro  multifinalitário e levantamento aerofotográfico da cidade, além da ampliação das ações do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) e a implantação do Centro de Controle e Operação da Nittrans. Na próxima semana será publicado edital de contratação das obras para implantação do CCO e para as obras de infraestrutura da comunidade São José, atingida pela tragédia das chuvas de 2010.

fonte: http://www.niteroi.rj.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3464:2015-10-23-17-55-04

Nenhum comentário:

Postar um comentário