18 de jan de 2017

Você conheçe os cinco principais focos de reprodução do mosquito Aedes aegypti frequentemente ignorados

terça-feira, 17 de janeiro de 2017No verão, junto com o aumento da temperatura, também aumenta significativamente o risco de transmissão de doenças como a dengue, zika e chikungunya, vírus que têm o mosquito Aedes aegypti como vetor.


Como já sabemos o calor faz que o ciclo de vida do mosquito acelerar e também potencializar a multiplicação das viroses causadas pelo mosquito, o que lamentavelmente aumenta as chances de contágio.
Infelizmente o ovo pode sobreviver em média por um ano em ambiente seco. Mesmo que mantenhamos o local onde foi depositado o ovo sem água, não significa que a ameaça acabou. Pois basta existir humidade novamente que o ovo volta a ficar ativo e pode se transformar em pupa, larva e, então, chegar à fase adulta em até sete dias.
Desta forma siga as recomendações do Prof José Roberto Lannes Abib da Unigranrio.
1º) É extremamente importante manter a caixa d'Água limpa e completamente fechada.
2º) Jogar semanalmente um pouco de água sanitária nos ralos internos e externos da casa.
3º) Não manter nada que venha acumular água parada e sem tratamento,
4º) Caso tenha piscina é extremamente importante o uso de cloro constante.
5º) Os vasos sanitários devem ser limpos constantemente com água sanitária e mantenha o vaso fechado.

Lembrando que cada um de nós temos o dever de zelar pela nossa saúde assim como dos nossos vizinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário