28 de jan de 2019

BEBÊ QUASE MORRE APÓS CONTRAIR HERPES ATRAVÉS DE BEIJO DE PARENTE

Se você sempre achou que ter cuidados especiais com recém-nascidos era algum tipo de superproteção dos pais, essa história te fará mudar de ideia.


Um bebê quase morreu após pegar herpes através de um beijo de um parente que tinha uma ferida na boca. Kaylah Merritt, de um ano, ficou coberta por manchas roxas dolorosas em todo o corpo antes de ser diagnosticada com eczema herpético, causada pelo vírus herpes simplex.

Aterrorizados, seus pais a levaram ao hospital, onde precisou tomar antibióticos e usar cremes para acalmar a pele. Contudo, caso eles não tivessem procurado ajuda médica, o caso poderia se tornar fatal, segundo os profissionais.

Após o episódio assustador, o casal passou a alertar outras pessoas sobre o perigo. “Quando os médicos me disseram que era perigoso, chorei pensando em como poderia tê-la perdido devido a um beijo bobo”, contou a mãe ao Daily Mail. “Se não tivéssemos ido ao hospital rapidamente, poderia ter sido muito perigoso, ela podia ter morrido”, completou o pai de Kaylah.

Quando a bebê começou a apresentar manchas na pele, os pais notaram que seus gritos de choro estavam diferentes. “Ela chorava tanto que eu sabia que isso só podia significar dor. Estávamos em casa e quando fui colocá-la no banho vi todas as marcas em suas pernas”, relembrou a mulher. “Foi um pesadelo terrível. Ela tinha erupções roxas por toda parte e estava soluçando de tanto chorar.”

Ela acrescentou: “Meu noivo estava petrificado, mas me manteve calma e fez com que Kaylah também ficasse mais tranquila. Eu notou imediatamente que precisávamos levá-la ao hospital. Os médicos nos disseram que alguém com uma ferida na boca podia tê-la beijado. Com isso, ela acabou desenvolvendo as erupções, uma vez que o sistema imunológico dos bebês não é forte o suficiente.”
Mais sobre o eczema herpético

Os sintomas do eczema herpético, que é transferido por herpes labial ou febre aftosa, incluem erupções cutâneas dolorosas, além de febres altas e tremores no corpo.

No Darlington Memorial Hospital A&E (Reino Unido), os médicos disseram que a bebê teve sorte de ter sido levada para atendimento a tempo.

Ela recebeu alta do hospital quatro dias após sua internação, porém ainda não se recuperou totalmente da doença. Passado um mês, Kaylah ainda precisa tomar medicação diária até que o vírus desapareça, além de passar por consultas médicas semanais.

Segundo o The Herpes Viruses Association (Reino Unidos), muitas pessoas não sabem que carregam o vírus herpes simplex. Isso porque apenas uma em cada três apresentam sintomas que levam ao diagnóstico.

Nos bebês, o vírus pode ser transmitido por um beijo. Já em recém-nascidos, a transmissão pode acontecer através da mãe, caso ela tenha tido herpes genital pela primeira vez nas últimas seis semanas de gravidez.

fonte: http://womenshealthbrasil.com.br/bebe-quase-morre-apos-contrair-herpes-atraves-de-beijo/

Um comentário:

  1. Fiquei super triste e preocupada. Eu tenho herpes labial a vida toda, desde pequena. Tive 2 filhos, sobinhos e nunca ouvi nada parecido. Apavorada agora, com a possibilidade de netos.

    ResponderExcluir