22 de ago de 2016

Pfizer compra fabricante de remédios contra o câncer Medivation

Negócio está avaliado em cerca de US$ 14 bilhões. Remédios contra o câncer representam um dos maiores mercados do setor.

A companhia farmacêutica americana Pfizar, fabricante do Viagra e do Lipitor, anunciou nesta segunda-feira um acordo para comprar a fabricante de remédios contra o câncer Medivation em uma operação avaliada em cerca de US$ 14 bilhões.

Segundo os termos financeiros do acordo, a Pfizer pagará US$ 81,50 por cada ação da Medivation, o que representa um valor 21% maior em relação ao último fechamento dos títulos da companhia, conforme anunciaram as duas empresas em comunicado conjunto.

"Com a aquisição da Medivation, esperamos acelerar de forma imediata o crescimento de nossas receitas e também fortalecer nossa liderança no campo da oncologia", disse Ian Read, presidente e executivo-chefe da Pfizer, ao anunciar o acordo.

Em sua lista de medicamentos, a Medivation conta com Xtandi, utilizado no tratamento contra o câncer de próstata, que no último ano gerou vendas em nível mundial de US$ 2,2 bilhões e que já foi utilizado por cerca de 64 mil pacientes desde a sua aprovação.

"Acreditamos que nossa parceria com a Pfizer é o passo correto para nossa trajetória de crescimento e para ampliar o mercado do Xtandi", disse, por sua vez, o fundador e atual executivo-chefe da Medivation, David Hung.

A operação, que já foi aprovada pelos conselhos de administração de ambas as companhias, precisa agora do sinal verde das autoridades reguladoras e a Pfizer espera fechá-la no último trimestre deste ano.

Os remédios contra o câncer representam um dos maiores mercados da indústria farmacêutica, com vendas na ordem dos US$ 80 bilhões por ano e um crescimento anual superior a 10%, segundo dados da companhia EvaluatePharma.

A Medivation também chegou a ser cortejada pelo grupo francês Sanofi.

Em 2015, a Pfizer anunciou a compra da fabricante do Botox, Allergan, em transação avaliada em cerca de US$ 160 bilhões.

Fonte: http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/08/pfizer-compra-fabricante-de-remedios-contra-o-cancer-medivation.html

19 de ago de 2016

Funcionários de hospital são presos por venda de bolsas de sangue no RJ

Dupla foi presa em flagrante após denúncia na sexta (19) em Cabo Frio. Uma pessoa pegou R$ 1,5 mil emprestados para comprar sangue, diz MP.

Dois funcionários do Hospital Clinerp, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, foram presos em flagrante nesta sexta-feira (49) por suspeita de terem vendido bolsas de sangue a pacientes. Segundo o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, eles foram detidos após a denúncia de uma pessoa que pegou um empréstimo para comprar as bolsas para um paciente internado na unidade. 

Os presos, que não tiveram as idades divulgadas, foram levados para a 126ª DP (Cabo Frio). Segundo o MP, a denúncia foi recebida na manhã desta sexta pela Promotoria de Investigação Penal de Cabo Frio. Uma pessoa disse que precisou pegar R$ 1,5 mil emprestados para comprar duas bolsas de sangue. O recibo da compra foi apreendido pelo Grupo de Apoio aos Promotores (GAP).

De acordo com o MP, a conduta é praxe em hospitais da Região dos Lagos. A promotoria vai abrir um inquérito para investigar outros casos. Os detidos serão deunciados pelo artigo 15 da Lei 9.434/97, que envolve a compra e venda de tecidos, órgãos e partes do corpo humano. A pena varia de 3 a 8 anos de prisão.

A reportagem do G1 entrou em contato com o hospital e aguarda um posicionamento sobre o caso.

Fone: http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2016/08/funcionarios-de-hospital-sao-presos-por-venda-de-bolsas-de-sangue-no-rj.html

18 de ago de 2016

Cientistas descobrem analgésico que poderia substituir a morfina

Novo medicamento, chamado PZM21, não causaria dependência. Droga também não provoca problemas respiratórios associados a opioides.

Cientistas anunciaram na quarta-feira (17) uma droga sintética que neutraliza a dor de forma tão eficaz quanto a morfina, mas sem os efeitos colaterais que tornam os opioides tão perigosos e viciantes.

Os métodos de big data utilizados pelos pesquisadores também abriram um caminho promissor na inovação de remédios, segundo um estudo publicado na revista científica Nature.

Em experimentos com ratos, o novo composto ativou um caminho molecular conhecido no cérebro que desencadeia a supressão da dor.

Mas ao contrário da morfina e de outras drogas prescritas, como a oxicodona ou o oxycontin, o composto não ativou um segundo caminho que pode desacelerar ou bloquear a respiração normal.

A supressão respiratória causada por opioides resulta em cerca de 30 mil mortes por ano nos Estados Unidos, onde o consumo de opioides assumiu proporções epidêmicas.

A nova droga - nomeada PZM21 - não causou dependência nos ratos de laboratório, que ficam viciados em morfina e medicamentos analgésicos tão facilmente quanto os seres humanos.

A PZM21, segundo os pesquisadores, oferece "analgesia de longa duração acoplada à eliminação aparente da depressão respiratória".

Uma terceira vantagem do novo composto, segundo eles, é que ele não causa constipação. Nos Estados Unidos, remédios que soltam o intestino bloqueado devido ao uso de opioides são anunciados na televisão.

O ópio e seus derivados são utilizados para diminuir a dor (e gerar sentimentos de euforia) há mais de 4 mil anos.

"As pessoas estão procurando um substituto mais seguro para os opioides padrão há décadas" , disse Brian Shoichet, professor da Escola de Farmácia da Universidade da Califórnia, em San Francisco, e um dos três autores sênior do estudo.

A maioria desses esforços tentaram ajustar a estrutura química da droga para eliminar os efeitos colaterais.

Shoichet e colegas da Universidade de Stanford, da Universidade da Carolina do Norte e da Universidade de Erlangen-Nuremberga na Baviera, Alemanha, fizeram uma abordagem radicalmente diferente.

Em direção à 'droga perfeita'
Em vez disso, a equipe ficou no chamado receptor de opioide no cérebro, que desencadeia uma reação química que leva à supressão da dor quando ativado.

Apenas uma molécula que "encaixasse" com sucesso no receptor - como uma chave girando uma fechadura - iria funcionar.

Mas para evitar a dependência e a insuficiência respiratória, essa mesma molécula não deveria, como a morfina, encaixar com um segundo receptor que provoca essas reações indesejadas.

"Com as formas tradicionais de descoberta de drogas, você está trancado em uma pequena caixa química", explicou Shoichet.

"Mas quando você começa com a estrutura do receptor que você deseja alcançar, você pode jogar fora todas essas restrições", acrescentou.

Usando simulações de computador, os pesquisadores testaram três milhões de compostos disponíveis comercialmente - e um milhão de configurações possíveis para cada um - para ver quais se encaixavam melhor com o receptor.

Cerca de 2.500 moléculas passaram no teste. Depois de eliminar as que se assemelhavam muito aos opioides, sobraram 23.

E apenas um deles, mostrou uma análise mais aprofundada, ativou o "bom" caminho molecular sem desencadear o "mau".

"Há pouca dúvida de que a triagem computacional baseada na estrutura vai acelerar o ritmo de descoberta de drogas", comentou Brigitte Kieffer, professora do Departamento de Psiquiatria da Universidade McGill, na revista Nature.

A nova pesquisa, acrescentou, foi "um passo em direção à droga perfeita".

A PZM21 ainda tem muitos obstáculos a superar antes de aparecer nas prateleiras das farmácias.

Primeiro, deve ser provado que a droga é segura para os humanos e eficaz em ensaios clínicos - um processo que normalmente leva até uma década.

Pesquisas futuras também vão ter de determinar se os ratos - ou pessoas - desenvolvem uma tolerância à droga, fazendo-a perder sua potência analgésica ao longo do tempo.

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/08/cientistas-descobrem-analgesico-que-poderia-substituir-morfina.html

30 de jul de 2016

Raia Drogasil vê lucro crescer 55% no 2º tri e eleva meta de abertura de farmácias

SÃO PAULO - Uma das melhores ações da Bolsa nos últimos anos trouxe bons motivos para os seus acionistas esperarem ainda mais altas. Instantes após o fechamento do pregão nesta quinta-feira (28), a Raia Drogasil (RADL3) divulgou seu balanço referente ao 2º trimestre e ainda revisou para cima o plano de abertura de lojas para este ano e 2017.


Segundo a demonstração de resultados divulgada, a Raia Drogasil fechou o 2º quarto deste ano com lucro líquido de R$ 167,8 milhões, um salto de 55,1% em relação ao mesmo período de 2015. O número superou em 2,6% a média das projeções de analistas compiladas pela Bloomberg.
A receita líquida também deu um salto impressionante: 34,4% de crescimento, para R$ 2,93 bilhões, enquanto o Ebitda (sigla em inglês para Lucro Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) avançou 40,4%, para R$ 304,8 milhões. A média das projeções da Bloomberg apontava receita de R$ 2,71 bilhões e Ebitda de R$ 307,1 milhões.
Além dos resultados, a rede de farmácias soltou um fato relevante ao mercado elevando de 165 para 200 o número de lojas abertas em 2016. Para 2017, o guidance foi elevado de 195 para 200 novas farmácias.


Nesta quinta-feira, as ações da Raia Drogasil, que estão na Carteira InfoMoney, subiram 3,28%, fechando na máxima do dia (R$ 64,20) e aproximando-se do seu maior patamar da história (R$ 65,88). Melhor empresa do Ibovespa em 2015 com valorização de 41,88%, a empresa já ganhou 81,75% de valor de mercado neste ano - contra avanço de 30,7% do Ibovespa. De 2014 pra cá, os ganhos já chegam a 360%.

26 de jul de 2016

Cadastre a sua empresa no PAF-RJ

Prezados colegas divulguem o Programa de Assistência ao Farmacêutico do Rio de Janeiro (PAF-RJ).
Este programa trás benefícios aos profissionais inscritos no conselho e aos seus funcionários com descontos e benefícios na aquisição de produtos/serviços.

 Pela primeira vez os Tecnicos de Laboratórios e os funcionários são incluídos em benefícios criados pela diretoria.
Dentro de aproximadamente 10 dias a SP e PACHECO já estará oferecendo os descontos.

 O Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), também é um parceiro do PAF-RJ.
Assessoria/Consultoria, Cursos de atualização/preparatório, Cursos Técnico-Profissionalizantes também faz parte do PAF-RJ


A tradicional empresa óticas do Povo, também é parceira do PAF-RJ com 

Descontos de até 20%.

Cadastre você também a sua empresa:


As empresas que possuem interesse em participar do PAF-RJ devem ler atentamente o Edital 1, em caso de farmácia, ou Edital 2, para as demais empresas, e clicar no link abaixo para preencher o formulário de solicitação de credenciamento. 

 

Clique aqui para solicitar o credenciamento de sua empresa no PAF

Editais de chamamento:

Edital 02 - (Convênio Geral)

Edital 01 - (Descontos em medicamentos)


Situação de muitas drogarias e farmácias representa ameaça real à saúde da população.

Para o Diretor Secretario Geral do Conselho Regional de Farmácia do Rio de Janeiro a situação de muitas drogarias e farmácias representa ameaça real à saúde da população.


Desta forma ele é completamente favorável que após denúncias inclusive às anônimas e devidamente  constatada pela fiscalização do CRF-RJ, da situação de estabelecimento ilegal e ou irregular, e em muitas vezes são encontradas também estrutura precária do armazenamento de medicamentos, lixo e descarte de produtos realizados de forma irregular, além de locais de aplicação de injetáveis sem as condições mínimas de higiene. 


Até banheiros sem condições de uso foram inclusos alguma vezes no relatório da fiscalização.
Desta forma sou completamente favorável que seja tomadas todas as medidas cabíveis pelo Conselho Regional de Farmácia do Rio de Janeiro (CFR/RJ). Através de denúncias ao Ministério Público Estadual, ao DECON e aos órgãos de defesa ao consumidor, e as vigilâncias sanitárias estaduais e municipais.
Acredito que somente desta forma estaremos desencorajando e inibindo o funcionamento de estabelecimentos que possam colocar em risco a saúde da população e também conscientizar os proprietários dos estabelecimentos para que se legalizem junto à prefeitura e ao Conselho de Farmácia.
Para a Diretor do regional Dr. José Roberto Lannes Abib é hora de dar um basta as inúmeras farmácias que estão funcionando ilegalmente, a situação de muitas farmácias e drogarias representa ameaça real à saúde da população, considerando que a compra de medicamento para as farmácias pela distribuidoras exigem como pre- requisitos que a farmácia possua todos os documentos necessários, se a Farmácia é ilegal de onde vem os medicamentos à venda? 
 Na última denúncia que a fiscalização foi verificar, foram encontradas estrutura precária de armazenamento de medicamentos, lixo e descarte de produtos realizados de forma irregular, além de locais de aplicação de injetáveis sem as condições mínimas de higiene. Até banheiros sem condições de uso foram inclusos no relatório da fiscalização.
Faça a sua parte denuncie todos os estabelecimentos ilegais ou que não tenha um padrão mínimo de qualidade, exija sempre a presença do Farmaceutico na hora de realizar a sus compra.
Faça a sua parte denuncie diretoria@crf-rj.org.br

25 de jul de 2016

Diretoria do CRF vai a Cabo Frio no dia 27 de Julho

O Programa Diretoria em Ação acontecerá no dia 27 de julho na Seccional da Região dos Lagos às 18:30 horas


Estarão presentes o Presidente do CRF-RJ Dr Marcus Vinicius Romano Athila,  Dra Talita Barbosa Gomes - Tesoureira e o Dr. José Roberto Lannes Abib - Secretário-Geral.


Juntos iremos discutir o presente e o futuro de nossa profissão.
Venha participar, traga as suas propostas para melhor qualificar e valorizar o Farmacêutico.


Dia 27 de julho, quarta-feira, na Seccional da Região dos Lagos, Faculdade Ferlagos - Av. Julia Kubitschek, 80 Jardim Flamboyant, Cabo Frio - RJ.

Para mais informações, entre em contato com o coordenador da região: Dr. Eduardo Menini – (22) 99206-1198 e eduardomenini@crf-rj.org.br

Pesquisa mostra dificuldade para controlar hipertensão Pesquisa brasileira descobre que 15% dos hipertensos não conseguem controlar doença. Associação de medicamentos pode fazer esse controle

Saiu uma pesquisa brasileira que descobriu que 15% dos hipertensos não conseguem controlar a doença, mesmo tomando remédio.
Os pesquisadores descobriram que o uso de mais um medicamento associado a outros que o paciente já toma pode, finalmente, fazer esse controle da pressão.
Durante três meses, os cientistas analisaram pacientes com pressão alta em todas as regiões do Brasil e chegaram a um percentual: 15% eram hipertensos resistentes.
Mas, segundo eles os pesquisadores, dá para baixar essa pressão alta resistente usando um quarto medicamento. Duas opções ainda estão em testes.
Fonte e Assista a entrevista na integra http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2016/07/pesquisa-mostra-dificuldade-para-controlar-hipertensao.html

24 de jul de 2016

Drogarias Pacheco assina Contrato com o PAF-RJ

Programa de Assistência ao Farmacêutico do Rio de Janeiro (PAF-RJ) beneficia os profissionais inscritos no conselho com descontos e benefícios na aquisição de produtos/serviços. Além dos farmacêuticos também vão ser benefíciados os técnicos em patologia e funcionários do CRF-RJ.


Nesta semana assinamos contrato com a Rede Pacheco, que oferecerá desconto de até 30% aos Farmacêuticos, técnicos de laboratórios e para os funcionários, em poucos dias o CRF-RJ vai anunciar o início desta parceria, no momento estamos acertando o sistema de informática para ofertar diretamente com o CPF no caixa da Pacheco os discontos acordado com o PAF-RJ. 


A Diretoria do CRF-RJ continua trabalhando para oferecer sempre um maior número de benefícios ao colegas e colaboradores do nosso CRF-RJ.


Estamos trabalhando para aumentar gradativamente os parceiros do PAF-RJ.
Encaminhe a sua proposta ou sugestões para diretoria@crf-rj.org.br.

Cadastro de empresas:
As empresas que possuem interesse em participar do PAF-RJ devem ler atentamente o Edital 1, em caso de farmácia, ou Edital 2, para as demais empresas, e clicar no link abaixo para preencher o formulário de solicitação de credenciamento. 

 

Clique aqui para solicitar o credenciamento de sua empresa no PAF

Editais de chamamento:

Edital 02 - (Convênio Geral)

Edital 01 - (Descontos em medicamentos)






Programa de Assistência ao Farmacêutico do Rio de Janeiro (PAF-RJ) oferece desconto na Churrascaria Carretão do Lido


Farmacêuticos e técnicos de Laboratórios inscritos no CRF-RJ ganham 10% de desconto na Churrascaria Carretão do Lido. Para aproveitar essa vantagem, os Farmacêuticos devem apresentar a carteira de identificação do CRF-RJ. Caso queira conhecer um pouco mais sobre o restaurante.

Ads Inside Post